segunda-feira, 29 de setembro de 2014

E se tivessem mantido as construções?

"Quando não há pão, todos ralham e ninguém tem razão". Acabo de conhecer mais um trabalho sobre Fafe de Heric Carvalho. E, cada vez que alguém me mostra um pouco do que Fafe era, como já há muito bem vem fazendo o meu amigalhaço Jesus Martinho, mais me revolto contra quem mandou destruir estes edifícios e deixou construir mamarrachos. É muito fácil dizer que outras terras têm a vida facilitada para o turismo, porque têm um centro histórico ou um rio que lhe dá vida, mas se olharmos bem para estas imagens, também já tivemos um centro histórico com muito dinamismo...
E para construir novos edifícios, existem espaços circundantes... é verdade que são mais afastados do centro da vila, agora cidade, mas também é verdade que agora andamos todos à procura de qualquer coisa para nos agarrarmos e dizermos ao mundo que é importante!
Seria bem mais fácil se tivéssemos sabido preservar a identidade...
Agora não há nada a fazer, talvez não deixar destruir o que resta e obrigar a preservar as fachadas, mesmo que se altere todo o interior... é só o que fazem noutros sítios que se interessam pela cultura do seu povo!



Sem comentários:

Enviar um comentário