domingo, 28 de setembro de 2014

É que nem pensem...

Sou de Fafe! Acho que disso ninguém tem dúvidas. Gosto muito pouco de injustiças, sobretudo se estas são cometidas contra pessoas indefesas. Não me considero o ser mais perfeito. Estou mesmo longe de o ser e sei que nunca o serei, mas também sou daqueles que diz que quer ir para o Inferno por é lá que estão as gajas boas...
Em Fafe, esta imagem da Justiça de Fafe quase que a tentaram destruir com o slogan 'Fafe, sala de visitas do Minho'. Ó ideia infeliz. Bem, a intenção até poderia ser a melhor, mas encobrir uma marca identitária é sufocar o que tem vida.
Estando eu há anos por outras paragens, reconheço que há muita gente que não sabe onde é Fafe, mas quem sabe uma das perguntas que faz é sempre: 'Como é mesmo: com Fafe, ninguém... quê?'. (...) Fanfe - respondo eu. 'Com Fafe, Ninguém Fanfe'.
Talvez seja este o meu slogan, não porque sou obcecado pela justiça, eh pá não sou mesmo, até porque o exemplo da justiça portuguesa... mas sou admirador de quem trata os outros com respeito e não se põe em bicos de pés. Agora, quando vejo pessoas com pouca formação ou posses e há oportunistas a abusar, aí sai-me a tampa. Quando é comigo, sei defender-me, agora com os mais débeis...
Bem, sou mesmo de Fafe, a terra da justiça!
E digam lá, não venderia mais facilmente esta imagem no turismo?

Sem comentários:

Enviar um comentário