quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

A Obra Performativa de Armando Azevedo


Resumo
A obra performativa de Armando Azevedo situa-se em grande parte nos anos 70, uma década de grandes transformações sociais. A transição de uma ditadura prolongada para a euforia da democracia desperta enormes confrontações no modus vivendi das populações, fazendo renascer a necessidade de uma urgente proposta de ideias e ideais que pudessem servir como compreensão do presente e orientação possível para o futuro. Armando Azevedo, ao considerar a ‘arte como comunicação estética’, contribui através da sua obra para a reflexão necessária sobre esse período, aspecto visível nos temas seleccionados.

Este trabalho pretende compreender a (quase) totalidade obra performativa de Armando Azevedo, um artista que iniciou o seu percurso nas artes plásticas - na pintura sobretudo - e que contribuiu para a afirmação da arte da performance em Portugal, privilegiando três áreas com particular intensidade: Colagem/Palavra, Cores e Corpo. Em todas elas, individual e colectivamente, nos grupos em que participa (Grupo Puzzle e Grupo Cores), Armando Azevedo assume sempre a exploração máxima de cada objecto e de cada instante de forma obsessiva, permitindo não só estabelecer uma relação de contemplação artística mas, sobretudo comprovar a interacção com um tempo e um espaço em permanente transformação.
Abstract
The performative work of Armando Azevedo is mostly located in the 70’s, a decade characterized by an enormous social change. The transition from a long dictatorship to the euphoria of democracy brought significant confrontations to the populations’ modus vivendi. In the same way, came the necessity of an urgent proposal of ideas and ideals that could not only serve as comprehension of the present but also as possible orientation to the future. While considering “art as aesthetic communication”, Armando Azevedo contributed with his work to the required reflection of this period, a visible aspect of the selected topics.
This work aims to understand the (almost) totality of Armando Azevedo’s performative work, an artist who initiated his journey in arts – mainly painting – and that contributed to performance’s affirmation in Portugal, focusing three main areas: collage/word, color and body. In all of them, individually and collectively and in groups in which participates (Group Puzzle and Color Group), Armando Azevedo assumes maximum use of each object and instant in an obsessive way, allowing not only establish a relationship of artistic contemplation but also an interaction with time and space in a permanent transformation.
Pedro Miguel Teixeira SOUSA,
A Obra Performativa de Armando Azevedo, Dissertação de Mestrado em Estudos Artísticos, especialização em Estudos Teatrais e Performativos, sob orientação do Professor Doutor Fernando Matos de Oliveira, Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, 2011.

Sem comentários:

Enviar um comentário