segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Blog meu, blog meu, haverá comentador mais parvo do que o meu?

Anónimo deixou um novo comentário na sua mensagem "É urgente acabar com a INDAQUA": 

«O homem que te vai lá montar o contador vai la de graça! o carro com que ele lá vai anda a ar e vento! e foi oferecido pelo divino espírito santo!tas mal habituado! querias o que? as coisas de graça?»

     a) Não sabes ler;

     b) Não se trata de pagar, ó parvo, trata-se de dizer que a “caução”, é devolvida, na teoria, mas na prática nunca é devolvida na totalidade, porque tem de se pagar para “Suspensão da ligação a pedido do utilizador”, quando bastava trocar o contador, ok?

    c) É preciso pagar os salários e os carros para lá ir? É verdade. Por isso, não foi uma equipa, mas três, ouviste bem, três para resolver isto;

    d) Se rentabilizassem os recursos, podiam ser os CTT a despachar a correspondência, mas estes têm os carteiros particulares… afinal, todos pagamos… não é? Para quê poupar?

     e) És um idiota, parvo (e parvo significa – mente pequena) que só te interessas com o teu umbigo;
     
     f) Decerto, também estás a mamar à pala de um tacho que algum político te arranjou num dos seus centros de emprego ou ser causador da mesma;

     g) Não te preocupes comigo, está tudo pago!

     h) Mas lembra-te, ó parvalhão, estamos num estado de direito. Podes dar a cara. Não sejas cobarde… Eu aceito a crítica dos outros. Mas percebo, Fafe viveu um regime fascista ou caça às bruxas até há pouco tempo, não foi?

    i) Mas também não te esqueças, usarei sempre todos os mecanismos para denunciar as injustiças… podes até não concordar, mas também não te devo nada!

     j) Obrigado por me dares razão, ao relembrares das mordomias que lá se passam... Muito obrigado, mesmo!

Sem comentários:

Enviar um comentário