segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Morre com um tiro!

(Uns prédios altos com grafites. Uns muros com cartazes rasgados, colados uns em cima dos outros)

Salvador - Morre! Morre com um tiro! Morre! E mais nada! Nada! Nada acontece! Apenas morre e pronto. Morre… Morre... Morre... E vós continuais aí sentados... Como se nada fosse… 
Vamos! Levantai-vos! Fazei alguma coisa! (pausa breve) Foda-se! É sempre a mesma merda! Está tudo fodido. Não há emprego, não há que comer, mas ninguém faz nada. Toda a gente fala da vida de toda a gente. Todos sabem que o vizinho anda a foder a mulher do melhor amigo. Todos conhecem o que aquelas putas fazem para conseguir o emprego, para elas e para as filhas, mas nada… ninguém diz nada… roubam às descaradas, matam… mas ninguém viu nada… nem estavam em casa quando isso aconteceu.
Hipócritas! Um bando de hipócritas!
(Entra para o prédio)

in Back to life, Prólogo.

Sem comentários:

Enviar um comentário