terça-feira, 20 de maio de 2014

Não sabia que o Bispo D. Eurico pensava como eu...

«Não vim para o Niassa para passar o tempo a tomar café com os ‘grandes’ da terra e chá com as respectivas esposas, como talvez eles desejassem (...) talvez um dia a minha voz se faça ouvir e cause escândalo nos homens da política bem instalados na vida ou facilmente acomodáveis.»
D. Eurigo Dias Nogueira,
Bispo emérito de Braga

Gostei! Gostei mesmo muito! Like nisso! 
Cresci numa aldeia do Norte. Regadas. Uma freguesia do concelho de Fafe e distrito de Braga. Desde muito menino que ouvia o nome de D. Eurico nas Eucaristias. Há sempre muita coisa que não sabemos. Era o Bispo de Braga e pronto. Mas quem era o Bispo? O que é que ele fazia? E quem era o Homem? Quais as suas convicções e tomadas de posição, sendo um alto representante da Igreja Católica, na sociedade?
Confesso que nunca soube muito sobre D. Eurico. Também não procurei saber. Hoje, porque as notícias aparecem sem termos pedido nada, considero que a Igreja deveria ter falado mais do homem ao mundo, principalmente nas paróquias da sua diocese. Braga, as aldeias de Braga (distrito, entenda-se), ainda são demasiado conservadoras e em muitas zonas ainda há a ideia do Padre com os fulaninhos da política e a 'tomar o chã' com as suas senhoras... Mas, ao que parece, o próprio D. Eurico era avesso a essas atitudes. O que me leva a dizer que se o conhecessem mais como homem não se fazia tanto disparate nas terrinhas...
D. Eurico parte. Que a sua alma fique em paz. Mas que as suas palavras sejam o despertar para um mundo, finalmente, em transformação.

Sem comentários:

Enviar um comentário