segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

SOU O PRÓXIMO MINISTRO DA EDUCAÇÃO

No post “Os Politécnicos agora já reagem?” pode ser lido o seguinte texto:
Se querem ver a qualidade dos alunos façam uma prova quando saem das faculdades a nível nacional e atestem o nível dos cursos. Depois, obriguem os professores (a custo zero) a uma constante reciclagem e vão às escolas para ver como eles trabalham e, principalmente, como eles lidam com o público cada vez mais difícil. Isso é que será uma prova de verdade.
Um professor até pode tirar 20 valores numa prova, mas não significa que seja um excelente pedagogo numa sala de aula!

Após as notícias que agora nos chegam da OCDE, que em nada me vêm surpreender, obrigam-me a dizer:
 Eu não digo? Querem avaliar-me? Apareçam... Sentados no ar condicionado não vão perceber que 'os alunos não são máquinas'. Eles têm comportamentos humanos, sendo que às vezes ninguém os percebe..., mas são pessoas, ok? Reagem... têm dor de dentes, barriga e tudo o resto... e isso não está planeado em Lisboa. Já agora, alguns também têm fome... que é o que mais me custa aceitar!

E, ainda, mais acrescento:
Começo a acreditar que sou mesmo bom! É claro que estou a brincar, mas o certo é que isto é óbvio... ao tempo que defendo reciclagem, formação... obrigar mesmo os professores a terem formações que lhes permitam ganhar novos utensílios de trabalho. Já escrevi algumas vezes sobre isto e agora é a OCDE a dizê-lo... Da minha parte, só falo porque ando no terreno! E não tenho ar condicionado...


ESTAREI PREPARADO PARA ASSUMIR FUNÇÕES GOVERNATIVAS?

Sem comentários:

Enviar um comentário