quarta-feira, 9 de julho de 2014

A pobreza do futebol

O Futebol é o desporto Rei. Os políticos sabem isso. Na verdade, sempre souberam e vá que tentam sempre estar por perto ou ter lá alguém da sua extrema confiança. Dirigir os destinos do clube tem de trazer benefícios eleitorais ou não há apoio para ninguém. Claro está que se não há apoio também não haverá momento da fotografia e se as entidades geridas pela política não apoiam também não têm direito à fotografia.
Isto tudo não passa de um jogo de interesses. A perceção da vida dos adultos é uma chatice de todo o tamanho. Os adultos são complicados. Precisam dar nas vistas, nem que seja com a roupa nova de dia de festa lá da terrinha, ou têm de rapar as migalhinhas em todas as mesas, mesmo que a toalha esteja rota.
O que aconteceu no Brasil após o jogo não me surpreende. Estava à espera. Revela a falta de humanização que o mundo precisa. Não é só o Brasil. A primeira parte deste post não fala do Brasil. Também acontecem coisas parvas por cá. Motivadas pelo futebol dirão os menos atentos. Mas elas são motivadas pela falta de caráter de quem anda pelo futebol, isso sim. Há gente de todos os feitios, mas ainda há muita gente capaz de se agarrar às vedações e incentivar à violência... como é óbvio, se a coisa aquecer, são os primeiros a dar à sola... cobardia!

A Educação é o pilar que sustenta a vida humana. Um país só evolui quando o seu povo for educado!

Sem comentários:

Enviar um comentário