quinta-feira, 22 de maio de 2014

Não sou o centro. Nem de mim mesmo!

«Abandonaram-me as Aves. A voz melodiosa das Tuas palavras. Os suspiros interinos da emoção. As pétalas em tom de despedida. Em mim não resta mais nada. Mesmo o pensamento, Tu me roubaste. Não sou mais nada!»
in Fragmentos de Amor

Sem comentários:

Enviar um comentário