sábado, 25 de janeiro de 2014

A Voz da RFM que põe a cabeça do pessoal às voltas

A RFM tem sido companheira de viagem quase todos os dias. Digo ‘quase’ porque é mesmo quase. Levantar-me às 8h00 da madrugada não é muito agradável, sobretudo no Inverno. Mas o meu primeiro ‘Café da Manhã’ é mesmo lá para as 8h45 a ouvir aquela malta sempre bem-disposta a mandar umas papaias. Nestes últimos dias, o Nilton (ou as personagens que cria) anda a partir a loiça ao ligar para o pessoal a queixar-se que a net que vai usando não funciona, mesmo não sendo ele o titular da conta. ‘Grande lata’ – responde a (suposta) vizinha. E os senhores da operadora não resolvem o problema porque apesar de ser ‘usuário’ não é ‘proprietário’.
A risada é provocada e o dia começa melhor. Mas não é só isto me trás a estas paragens: já imaginaram o didatismo destas conversas? O Nilton, através do recurso à interpretação dos avisos da operadora ou de jornais, faz com que o ouvinte percorra com ele a utilização do vocábulo. É evidente que a finalidade máxima é a comédia. Mas seja como for, tanto os mais atentos como os menos atentos, todos estamos a aprender mais o uso do português.

Contudo, ó Nilton, um dia destes, a ligar para a casa das pessoas, ainda pensam que és a voz de uma Casa dos Segredos qualquer. E se não te cuidas ainda levas com umas cadeiras...

Sem comentários:

Enviar um comentário