terça-feira, 24 de novembro de 2009

Álvaro Teixeira, Um Político de verdade!

A minha proximidade à pessoa não me pode impedir de realçar as suas qualidades. Pode até parecer abusivo, mas reconhecendo as características de ‘um político à maneira grega’, ou seja, aquele que se preocupa mais com a polis (cidade) do que consigo mesmo, tornam-no indiscutivelmente uma referência de grande qualidade e, claro está, contrasta com a maioria dos políticos que já nos fomos familiarizando.
Não seriamos cem por cento verdadeiros se referíssemos que sempre concordamos com os seus actos. Mas devemos destacar quais foram esses actos, porque assim tornam-nos mais reais ainda. Estivemos sempre em desacordo quando soubemos dos estratagemas que lhes iam montando e Álvaro sempre pronto a perdoar. Aqui nunca estivemos de acordo, até porque as provas que nos foram facultadas não deixam dúvidas!
No entanto, a sua qualidade é admirável! Consegue ampliar um terreno e disponibiliza-o de imediato para que a obra nasça, consegue melhorar as condições do associativismo, na cultura e desporto, e é na educação/formação que nasce a grande aposta. Uma luta cerrada pela construção de uma nova escola, com todas as qualidades, percorrem sempre a sua gestão, mas a abertura para que se implementassem cursos de formação, aos mais diversos níveis, tornam-no um político acreditado na valorização humana. As novas tecnologias, a internet gratuita e a internet a um euro/mês, são uma referência de inteligência. O que aconteceu? Apenas uma desconsideração de quem nunca soube perder… por isso, as obras eram dificultadas.
A sua gestão não foi fácil! Teve demasiada gente empenhada no seu afastamento, principalmente aqueles que mais lhe devem, só porque nunca usou a vingança quando até tinha motivos mais do que suficientes, mas esta atitude não é para todos.
Admiramos a sua paixão pela terra, mas admiramos mais a sua personalidade. Homem destemido, mas principalmente Homem de grande carácter. E, destacamos, a sua posição e poder de perdão nunca seria seguido por nós! Talvez seja esta a razão de ainda admirarmos mais a pessoa.
Para concluir, deixamos apenas a observação: Regadas, hoje, volta a ter todos os políticos da mesma cor (Junta, Câmara, Governo Civil e Governo da República), por isso, as desculpas de ‘não ser da mesma cor da Câmara’ acabaram! Espera-se, serena e atentamente, o início e a conclusão de todas as obras agendadas em vários mandatos (Estrada do saibro – prometida em campanha em 2 sentidos -, Boavista, Rio, Praia Fluvial…).
Se não for desta, não haverá mais desculpa!

Nota: na edição da passada semana, o correspondente Fernando Peixoto dizia que Nelson Teixeira se tinha demitido como director do GCDR… e, insinuava, tinha perdido as eleições na Junta. O senhor Fernando não se deve lembrar que perdeu há 4 anos e não aceitou o lugar na Assembleia, ao contrário do Nelson…
Pedro Miguel Sousa,
in Jornal Povo de Fafe (20/11/2009)

Sem comentários:

Enviar um comentário