quinta-feira, 30 de outubro de 2014

"As pessoas do Norte são mais alegres"

Numa das minhas incursões ao Pingo Doce de Celas (Coimbra), entre o olhar desesperado à procura do que nunca tinha comprado, mas sabendo o que queria, pela recomendação do próximo jantar, uma senhora, muito bem formada pelas palavras proferidas, deixa escapar o desabafo.
- Uma mãe faz muita falta!
- Nem imagina!
- Saudades da sua?
- Felizmente, vejo-a todos os finais de semana.
- O meu filho está no Porto.
- Sou de lá perto, Fafe.
- Conheço. Este fim-de-semana estive em Rio Tinto. Escrevo num jornaleco. Acho que vai ser o meu próximo tema. As pessoas do norte são mais alegres. Nós somos mais sisudos. As pessoas do norte, não! Em qualquer situação, começam a cantar, dançar…
Nunca tinha pensado muito nisto. As pessoas em Coimbra, da Coimbra cidade, são diferentes. Mas são boa gente. Mais formais, é um facto. As do norte têm a resposta na ponta da língua, usam calão que é um ultraje para quem não conhece o contexto, mas também cantam e dançam… as pessoas!

É verdade que as pessoas são diferentes. Cada um tem a sua forma de ser e estar perante a vida. Umas mais espontâneas, outras mais forçadas… mas as mais humildes são as que conseguem garantir as melhores risadas. Uns chamam-lhes ingenuidade, outros de anormalidade, mas… para mim… é isso a felicidade!

Sem comentários:

Enviar um comentário